'Constrangimento é inegável', diz líder petista sobre Jobim

Senador Humberto Costa (PE) classificou ainda de “infelizes” as declarações de ministro que diminuem Ideli e Gleisi

Fred Raposo, iG Brasília |

O líder do PT no Senado, Humberto Costa (PE) classificou como “infelizes” as declarações do ministro Nelson Jobim (Defesa) sobre as ministras Gleisi Hoffmann (Casa Civil) e Ideli Salvatti (Relações Institucionais). À revista Piauí, Jobim disse que Ideli é “fraquinha” e Gleisi “mal conhece Brasília”.

“Claro que as declarações surpreenderam, são muito infelizes. O constrangimento é inegável”, afirmou ao iG o líder petista. Na semana passada, Jobim já havia sido centro de outra polêmica, quando declarou que na eleição votou no ex-governador José Serra (PSDB), adversário da presidenta Dilma Rousseff.

Costa acrescentou que não chegou a falar com Ideli e Gleisi sobre a situação de Jobim no governo. “Esta é uma decisão da presidenta, não tenho como emitir uma opinião (sobre uma possível saída de Jobim)”, afirmou. “Mas se antes desconfiava que ele queria sair do governo, agora tenho certeza”.

Jobim viajou esta quinta-feira para Tabatinga, no Amazonas. Ao lado do vice-presidente, Michel Temer, ele assina um plano de vigilância de fronteiras. Apesar de ser filiado ao PMDB, Jobim nunca foi tido como um ministro indicado pela sigla.

    Leia tudo sobre: jobimhumberto costaideligleisi

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG