Conselho convida Durval para falar sobre caso Jaqueline

Por se tratar de um convite, delator do caso do mensalão do DEM não é obrigado a comparacer

AE |

selo

O Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara aprovou um convite para o delator do mensalão do DEM, Durval Barbosa, falar sobre a denúncia de envolvimento da deputada federal Jaqueline Roriz (PMN-DF) no esquema. Em vídeo de 2006, divulgado no mês passado em primeira mão pelo portal Estadão.com.br , a deputada aparece recebendo um pacote de dinheiro de Durval .

Leia o especial do iG sobre o escândalo do DF

AE
O delator do mensalão do DEM, Durval Barbosa
Como é convidado, o delator do mensalão do DEM não é obrigado a comparecer. O Conselho vai agora tentar contato com Durval para tentar marcar uma data para ouvi-lo. "Hoje mesmo tentarei fazer contato com Durval tentando agendar uma data com ele, se possível, na próxima semana", disse o presidente do colegiado, José Carlos Araújo (PDT-BA).

Além do convite ao delator, foram aprovados outros sete requerimentos do relator do caso, Carlos Sampaio (PSDB-SP). Foram pedidas cópias de declarações de bens entregues por Jaqueline à Câmara Legislativa do Distrito Federal e à Câmara dos Deputados, das prestações de contas da parlamentar nas campanhas de 2006 e 2010, de processos no Tribunal de Contas do Distrito Federal nos quais a deputada seja mencionada, de discursos feitos por Jaqueline na Câmara Legislativa e do relatório e informações da CPI da Codeplan, que investigou o caso relativo à Operação Caixa de Pandora da Polícia Federal.

    Leia tudo sobre: jaqueline rorizcâmaradelatordurval barbosa

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG