Código Florestal pode não ser votado hoje, diz Marco Maia

Governo ainda tenta chegar a um consenso para levar o projeto ao plenário na tarde desta terça-feira

AE |

selo

O presidente da Câmara dos Deputados, Marco Maia (PT-RS), admitiu no início da tarde desta terça-feira que o Código Florestal corre o risco de não ser votado hoje. "Neste momento, não tem garantia de votação hoje do Código", disse o deputado, pouco antes de participar de uma solenidade na Câmara.

O líder do governo na Casa, deputado Cândido Vaccarezza (PT-SP), está no Palácio do Planalto tentando fechar um acordo em torno do projeto.

A presidenta Dilma Rousseff tem manifestado que não aceita a emenda apresentada pelo PMDB e apoiada pelos partidos da base que prevê anistia a produtores rurais que desmataram Áreas de Proteção Permanente (APPs) até 2008. Caso o trecho fique no texto, a presidenta não descarta vetar o item após sua aprovação no Congresso.

A proposta do governo é que nas pequenas propriedades (até quatro módulos fiscais), as APPs às margens dos rios só poderão ocupar até o limite de 20% da área. "Estamos tentando fechar um acordo e chegar ao máximo de entendimento", completou Maia.

    Leia tudo sobre: Marco Maiacódigo florestal

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG