CNI/Ibope: Crises são fatos mais lembrados do governo Dilma

Episódio que resultou na demissão de Alfredo Nascimento foi o assunto mais citado, seguido da crise que derrubou Antonio Palocci

AE |

selo

As crises políticas do governo Dilma Rousseff , que culminaram na substituição de ministros, foram os assuntos mais lembrados pelos entrevistados na pesquisa da Confederação Nacional da Indústria (CNI), realizada em parceria com o Ibope . A crise no Ministério de Transportes, que resultou na demissão do ex-ministro Alfredo Nascimento (PR), foi mencionada por 21% dos entrevistados.

AE
Sucessão de escândalos abalou popularidade da presidenta Dilma Rousseff
Em segundo lugar, a crise relacionada ao aumento do patrimônio do ex-ministro Antonio Palocci, que levou à sua demissão da chefia da Casa Civil, foi lembrada por 14% das pessoas ouvidas na pesquisa. As respostas não correspondem a perguntas induzidas (quando é apresentada ao entrevistado alternativas de resposta) e sim a fatos mencionados espontaneamente pelos entrevistados, informou o gerente de política econômica da CNI, Flávio Castelo Branco.

Em terceiro lugar, 7% dos entrevistados citaram a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de reconhecer a legalidade da união estável entre homossexuais. Em quarto lugar, 6% lembraram da morte do ex-presidente Itamar Franco. Apenas 5% da população ouvida citou o noticiário que apontou atraso no cronograma das obras relativas à Copa do Mundo de 2014.

Chamou a atenção na pesquisa o fato de 45% dos entrevistados não saberem ou não quererem mencionar nenhum fato no noticiário recente que lhes tenha chamado a atenção. A pesquisa ouviu 2002 pessoas entre os dias 28 e 31 de julho.

    Leia tudo sobre: ECONOMICOPOLITICA

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG