Cesar Maia: Liderança do DEM fez Indio 'prefeitinho de Copacabana'

Ex-prefeito do Rio responde a críticas feita pelo ex-deputado do DEM que tende a migrar para o partido de Kassab

Flávia D'Angelo, iG São Paulo |

Criticado por Indio da Costa (DEM-RJ), o ex-prefeito do Rio de Janeiro, Cesar Maia (DEM-RJ), afirmou ao iG que o ex-deputado teve a trajetória ascendente graças à sua liderança no DEM no Estado. Segundo o ex-prefeito do Rio, Indio está perdido e tem o direito de buscar novos caminhos, mas classificou o movimento como uma “reação natural” em um momento em que ele é atraído aos quadros do novo partido.

“Com essa liderança ele entrou para a política e foi prefeitinho de Copacabana, vereador uma vez, vereador duas vezes, vereador três vezes, deputado federal e candidato a vice ( presidente da República ) com nosso acordo. Espero que, nos novos caminhos, prossiga de forma ascendente”, alfinetou Maia.

Sobre a ida a uma legenda da base do governo Dilma Rousseff (PT) mesmo tendo chamado a presidenta, ainda na época da campanha, de terrorista, Maia disse que “só ele ( Indio ) poderá responder”. Ele questionou ainda a ideologia do novo PSD, partido criado por Gilberto Kassab pela indefinição de seus ideais. “Não tenho a menor ideia do que seja ao mesmo tempo ser de direita e de esquerda e ter como meta a ajuda de todos os governos, independente das políticas ( adotadas )”, alfinetou.

Ex-candidato a vice-presidente da República na chapa de José Serra (PSDB), Indio da Costa esteve nesta terça-feira (22) em São Paulo para articular uma possível transferência ao novo partido criado por Guilherme Afif e Kassab, o PSD. Em conversa com o iG , Indio justificou sua saída pelo “convívio com eles ( Cesar e Rodrigo Maia ) estar muito difícil” e por não dar mais “para ser coordenado por ele ( Cesar Maia )”.

Maia negou que tenha articulado para a indicação de Jorge Bornhausen (ex-presidente do DEM), conforme afirmação de Indio. Questionado sobre o ex-deputado ter chamado de catastrófica uma aliança com o ex-governador Anthony Garotinho (PSC) para a eleição para a prefeitura do Rio de Rodrigo Maia, Cesar Maia disse que o DEM só passará a pensar nas eleições de 2012 no segundo semestre de 2011.

    Leia tudo sobre: Cesar MaiaDEMIndio da CostaPSDKassab

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG