Celso Amorim toma posse nesta segunda na Defesa

Novo ministro assume o ministério em meio a clima de insatisfação das Forças Armadas

AE |

selo

O embaixador Celso Amorim toma posse nesta segunda à frente do Ministério da Defesa em meio a uma insatisfação das Forças Armadas com o orçamento destinado à área. A cerimônia acontece no Palácio do Planalto. Ontem, em Brasília, um grupo de mulheres de militares e integrantes da reserva protestou durante solenidade da troca da bandeira nacional na praça dos Três Poderes. Eles pediram melhores salários e criticaram o que chamam de sucateamento das Forças.

Os problemas orçamentários da Defesa, que sofreu pesado corte no início do ano por ordem da presidenta Dilma Rousseff , foram apontados como motivo de insatisfação de Nelson Jobim, que acabou deixando o cargo depois de uma sequência de declarações polêmicas.

 As reivindicações salariais são mais fortes na base da carreira. Taifeiros, soldados, cabos e sargentos, segundo os familiares, recebem soldo incompatível com o trabalho que exercem quando se leva em comparação os rendimentos de profissionais da polícia militar e bombeiros do Distrito Federal. "O salário nosso é terrível", resume Genilvaldo da Silva, presidente da Associação dos Militares da Ativa, da Reserva e Pensionistas (Amarp).

AE
O novo ministro da Defesa, Celso Amorim, toma posse nesta segunda-feira

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG