Caso Palocci pauta encontro de Lula com senadores do PT

Reunião pretendia discutir reforma política, mas denúncias contra chefe da Casa Civil entraram nas conversas

iG São Paulo |

Em meio aos esforços do Palácio do Planalto para blindar o ministro-chefe da Casa Civil, Antonio Palocci, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva entrou em cena nesta terça-feira (24) ao discutir o caso durante um almoço com senadores do PT. O encontro foi convocado originalmente para tratar da reforma política, mas as  notícias sobre o enriquecimento do ministro-chefe da Casa Civil acabaram ganhando espaço nas discussões.

Senadores saíram do encontro com o discurso de que não há provas concretas contra Palocci. Ficou a cargo do senador Paulo Paim (RS), que deixou a reunião mais cedo, a tarefa de dar os primeiros relatos do encontro. "O que eu senti da reunião é que não há provas concretas das denúncias feitas contra Palocci. Quem denuncia é quem tem de mostrar as provas", disse Paim ao deixar a casa da senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR), onde ocorreu o encontro.

Questionado sobre a necessidade do ministro Palocci dar mais explicações sobre o caso, Paim voltou a dizer que os denunciantes é que precisam apresentar dados concretos.

Sobre reforma política, Lula e os senadores, segundo relato de Paim, teriam discutido as propostas da lista fechada, de financiamento público das campanhas e fidelidade partidária. De acordo com o senador, o ex-presidente ainda quer ter uma conversa com todas as bancadas de partidos aliados no Congresso sobre a reforma política.

*Com informações da Agência Estado

    Leia tudo sobre: lulaantonio palocci

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG