Casagrande diz que vai ampliar funcionalismo no Espírito Santo

Governador eleito pretende fazer concursos públicos todos os anos no Estado

Agência Estado |

selo

O governador eleito do Espírito Santo, Renato Casagrande (PSB), afirmou que fará concursos públicos para ampliar os quadros do funcionalismo publico estadual já em 2011. Ele pretende ampliar o número de empregados das polícias Civil e Militar e das secretarias de Saúde e Educação e disse que fará contratações em todos os quatro anos do seu mandato.

"Vamos aproveitar a base que nós temos de investimentos no sistema carcerário e fazer investimentos maiores, porque a segurança pública é um dos desafios que se apresentam para nós. Queremos ter concursos públicos todos os anos para as polícias Militar e Civil, assim como nas áreas de educação e de saúde. Queremos reduzir o número de DTs (Designações Temporárias) e para isso teremos concursos todos os anos", afirmou.

A única condição assinalada para o lançamento dos editais dos concursos anunciados pelo governador eleito será a necessidade de manter as contas do governo capixaba em ordem. "O equilíbrio fiscal será um dos princípios da administração do governo nos próximos quatro anos", disse.

13º salário

Mesmo com o recálculo dos repasses federais para as administrações estaduais, o governo do Espírito Santo não terá problemas. O governo capixaba informou que a previsão de orçamento para o final de ano está mantido e que há recursos para pagar a folha de pagamento e o 13º salário do funcionalismo público estadual em 2010.

Além disso, o atual governador, Paulo Hartung (PMDB), deixará para seu sucessor um orçamento aprovado para 2011 com R$ 1 bilhão para investimentos em todas as áreas. "Estou deixando a casa arrumada. O novo governador não precisará aquecer. Ele já vai entrar jogando", afirmou o peemedebista.

    Leia tudo sobre: Espírito Santocasagrandehartungfuncionalismo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG