Cardozo deve anunciar hoje novo diretor-geral da PF

Ildo Gasparetto, Leandro Coimbra, Roberto Troncon Filho e Valdinho Jacinto Caetano estão na disputa

Agência Estado |

selo

O futuro ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, deve divulgar na tarde de hoje, por meio de nota oficial, o nome do novo diretor-geral da Polícia Federal. O escolhido sucederá ao delegado Luiz Fernando Corrêa, que decidiu se aposentar após três anos no comando da PF . Corrêa reuniu-se ontem à tarde com a presidente eleita, Dilma Rousseff (PT), na sede do governo de transição, em Brasília, a fim de comunicá-la, pessoalmente, sua decisão de se aposentar. O pedido de aposentadoria foi publicado hoje no Diário Oficial da União.

Ontem, Dilma também se reuniu com Cardozo para discutir a sucessão de Corrêa. Estão na disputa: o superintendente da PF no Rio Grande do Sul, Ildo Gasparetto; o superintendente em São Paulo, Leandro Coimbra; o diretor de Combate ao Crime Organizado, Roberto Troncon Filho; e o corregedor-geral da PF, Valdinho Jacinto Caetano.

A presidenta eleita deve passar o dia na Granja do Torto. Pela manhã ela se reuniu com Fernando Pimentel, futuro ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior.

    Leia tudo sobre: ministro da justiçajosé eduardo cardozoPF

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG