Texto regulamenta gastos da União, Estados e municípios; Marco Maia descartou incluir no projeto recriação da CPMF

selo

O presidente da Câmara, deputado Marco Maia (PT-RS), decidiu colocar em votação antes do recesso parlamentar a proposta que regulamenta os gastos da União, dos Estados e dos municípios, conhecida no parlamento por emenda 29. Ele descartou a aprovação, junto com o projeto, da criação de um novo imposto, aos moldes da CPMF, incluída no texto da proposta. "Nem o governo fala mais na criação do imposto", disse.

Maia comunicou a data de votação - primeira ou segunda semana de julho - à ministra de Relações Institucionais, Ideli Salvatti, em encontro hoje na Câmara. "Vamos ter um processo de negociação", disse a ministra. O governo condicionava a aprovação do projeto à criação do imposto. A conclusão da votação está pendente apenas de um item, justamente o que viabiliza a criação da Contribuição Social para a Saúde (CSS). Na época, o governo atuou para retirar a proposta da pauta de votação com a certeza de que os deputados derrubariam a CSS.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.