Câmara fará esforço concentrado durante período de campanha

Intenção é votar matérias de 3 a 5 de agosto e de 31 a 2 de setembro

Agência Brasil |

A Câmara dos Deputados fará um esforço concentrado de seis dias em agosto e no início de setembro para votações de matérias durante o período de campanha eleitoral Acertado durante reunião de líderes da Casa, o esforço vai de 3 a 5 de agosto e de 31 a 2 de setembro.

Os líderes da oposição decidiram manter a obstrução da pauta enquanto o governo não retirar a urgência para os projetos do pré-sal – que trata, por exemplo, da distribuição dos royalties da exploração do petróleo – ou votar a emenda 29, que define gastos com saúde.

“Vamos obstruir tudo. O governo não quer votar nada antes das eleições”, disse Paulo Bornhausen (DEM-SC). Com a urgência, a Câmara tem a obrigação de votar os projetos do pré-sal antes de outras matérias.

Já o líder governista, deputado Cândido Vaccarezza (PT-SP), sinaliza que a urgência sobre o marco regulatório do pré-sal será mantida.. “Não acredito que se retirarmos a urgência haverá a votação do pré-sal.”

Com a definição do esforço concentrado, não há previsão de votações nesta semana e nem nas próximas na Câmara.

    Leia tudo sobre: Câmara dos Deputadosvotação

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG