Câmara decreta perda de mandato de parlamentar do DEM

Mesa acata decisão judicial que suspende direitos políticos de Jerônimo Reis, condenado por contratar funcionários fantasmas

Fred Raposo, iG Brasília |

Agência Câmara
Jerônimo Reis (DEM-SE) discursa na Câmara dos Deputados
A Mesa Diretora da Câmara dos Deputados determinou, esta quarta-feira, a perda do mandato de Jerônimo Reis (DEM-SE). A Casa acatou decisão do Tribunal de Justiça de Sergipe, que condenou Reis por improbidade administrativa, por contratar funcionários fantasmas quando era prefeito de Lagarto, interior do estado.

Como o advogado do deputado perdeu o prazo para recorrer a instâncias superiores, o tribunal determinou a suspensão de seus direitos políticos. Apenas um dos cinco membros da Mesa presentes à reunião se manifestou contrário à decisão: o deputado Nelson Marquezelli (PTB-SP).

Foram a favor o presidente Michel Temer (PMDB-SP) e os deputados Odair Cunha (PT-MG), Rafael Guerra (PSDB-MG) e ACM Neto (DEM-BA). Faltaram à reunião os parlamentares Marco Maia (PT-RS) e Inocêncio Oliveira (PR-PE).

Reis estava em seu terceiro mandato. A decisão será publicada esta quinta-feira, quando o presidente da Câmara convoca o 1º suplente de Reis, Pedro Valadares (DEM-SE).

    Leia tudo sobre: câmara dos deputadosmesa diretora

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG