Câmara aprova criação de 1.853 cargos no Executivo

Propostas aprovadas em comissão da Câmara têm caráter conclusivo e seguem para o Senado sem precisar passar pelo plenário

AE |

selo

AE
Proposta aprovada na CCJ agora segue diretamente para o Senado
A Câmara dos Deputados aprovou a criação de 1.853 cargos no Executivo com aumento de gastos nas contas públicas previsto em R$ 103,3 milhões neste primeiro ano de contratação do pessoal. Os cargos serão preenchidos gradativamente a partir deste ano, de acordo com explicações do governo. São 1.293 cargos para o Itamaraty, divididos em 400 para a carreira de diplomata e 893 na carreira de oficial de chancelaria.

Leia também:
PT reivindica 104 cargos no governo federal

Além disso, 346 cargos de assistente de chancelaria foram transformados em 162 cargos de oficial, sem impacto nos custos. Para a Advocacia-Geral da União foram criados 560 cargos, que serão preenchidos neste e no próximo ano. Os dois projetos foram aprovados na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e têm caráter conclusivo, o que significa que seguem para o Senado e não precisam ser votados pelo plenário, se não houver recurso para esse fim.

    Leia tudo sobre: Cargos no governogoverno federal

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG