Brasil e Argentina vão criar comissão para comércio

Após reunião com Kirchner na Argentina, Patriota afirmou que haverá nova ênfase na promoção de exportações para terceiros países

AE |

selo

Os governos do Brasil e da Argentina decidiram criar uma comissão especial para estudar e propor medidas de promoção comercial conjunta, informaram nesta segunda-feira (9) o ministro brasileiro de Relações Exteriores, Antonio Patriota, e seu colega argentino, Héctor Timerman. Em entrevista coletiva à imprensa na Casa Rosada, após reunião com a presidente da Argentina, Cristina Kirchner, Patriota detalhou que haverá uma nova ênfase na promoção de exportações para terceiros países.

"Pude reunir-me com quase todo o gabinete argentino e coincidimos em que a Argentina e o Brasil vivem um momento histórico excelente e com uma grande oportunidade de aprofundar a integração", disse.

Patriota ressaltou o fato de os dois países serem presididos por mulheres, que, segundo ele, "representam coragem e renovação". Timerman, por sua vez, classificou a visita de Patriota como "muito positiva". Ambos detalharam com Cristina Kirchner pontos da agenda a ser tratada com a presidente Dilma Rousseff durante a visita oficial que ela fará a Buenos Aires no dia 31.

Os chanceleres disseram que os dois governos querem discutir também a ampliação das frequências aéreas entre ambos os países e cooperação em energia nuclear, biocombustíveis e infraestrutura, entre outros assuntos.

    Leia tudo sobre: brasilargentinacomérciopatriotacomissãokirchner

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG