Bate-boca marca eleição da Mesa Diretora do Senado

Marta Suplicy será 1ª vice-presidente, Wilson Santiago fica na 2ª Secretaria

Fred Raposo, iG Brasília |

Agencia Estado
Marta será primeira vice-presidente na Casa
Após confusão que quase adiou a definição da Mesa Diretora do Senado, os parlamentares elegeram na tarde desta terça-feira os nomes que ocuparão os postos de comando da Casa pelos próximos dois anos. O desentendimento ocorreu após o líder do PTB, senador Gim Argello (PTB-DF), indicar o correligionário João Vicente Claudino (PI) para a 2ª Secretaria. “Vamos respeitar os acordos aqui”, disse Argello.

Os partidos da base aliada defendiam que, pela proporcionalidade, a quinta indicação da Mesa, que corresponde à Segunda Secretaria, era do PT. O partido, por sua vez, cederia o posto para o senador João Ribeiro (PR-TO).

Os parlamentares bateram boca. Questionado, o presidente reeleito do Senado, José Sarney (PMDB-AP), retrucou: “Pensei que essa solução já havia sido encontrada”. Após quase 20 minutos de discussão, Argello recuou. “Tinha entendido que, por ocupar a Segunda Secretaria, Claudino deveria ficar lá. Mas recebi uma ligação dele para aceitar a Terceira Secretaria mesmo”.

A Mesa será composta por Marta Suplicy (PT-SP) na Primeira Vice-Presidência, Wilson Santiago (PMDB-PB) na Segunda Vice-Presidência, Cícero Lucena (PSDB-PB) na Primeira Secretaria, João Ribeiro na Segunda Secretaria, João Vicente Claudino na Terceira Secretaria e Ciro Nogueira (PP-PI) na Quarta Secretaria.

Dos 81 senadores eleitos, 71 votaram a favor, quatro contra, houve uma abstenção e cinco parlamentares não marcaram presença. A votação dos suplentes da Mesa do Senado acontece a partir das 13h desta quarta-feira.

    Leia tudo sobre: marta suplicysenadocongresso

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG