Aziz define equipe de transição no Amazonas

Governador indica o vice José Melo e lembra que segurança, educação e saúde foram promessas de campanha

Eduardo Asfora, iG Amazonas |

O governador reeleito do Amazonas, Omar Aziz (PMN), definiu a equipe de transição para 2011. A coordenação ficará a cargo do vice-governador José Melo, um dos homens fortes do ex-governador Eduardo Braga (PMDB). Aziz determinou um prazo de um mês para realizarem um levantamento de todas as áreas da administração estadual.

Conforme o governador, a meta é manter a máquina e reduzir custos. “O objetivo desse estudo prévio é nos programarmos para que possamos honrar os compromissos de campanha,” afirmou Aziz. Ele lembrou que as áreas de segurança, saúde e educação são as áreas as quais vão receber os principais recursos do orçamento em 2011.

Custo da máquina

Essas áreas estavam entre as promessas de campanha do governador eleito. Na primeira reunião realizada nessa terça-feira (09), foram discutidas as metodologias de trabalho e como os grupos vão desenvolver as atividades nas respectivas áreas. Para Aziz, um ponto importante crucial no próximo governo vai ser o custo da máquina estatal.

“Nós precisamos dar um bom atendimento, mas temos que fazer com que a máquina funcione bem com um custeio menor,” disse. A transição de governo no Amazonas será feita de Aziz para Aziz. Não ficou definido o dia da nova reunião para tratar da transição de governo no Estado.

Equipe de transição

A equipe de transição indicada pelo governador do Amazonas é composta pelo chefe da Casa Civil, Raul Zaidan e os secretários: Executivo da Receita, Thomaz Nogueira; Educação, Gedeão Amorim; Saúde, Wilson Alecrim; Infrestrutura, Valdívia Alencar; Cultura, Robério Braga e Segurança, Geraldo Scarpellini; Administração, Lígia Abrahim Fraxe; Planejamento, Marcelo Lima e de Política Fundiária, George Tasso.

Projetos Especiais do Governo, Marta Braga e o secretário de Fazenda, Isper Abrahim. Pelo procurador Geral do Estado, Frânio Lima. Falta apenas a definição de um representante do setor primário.  O decreto com a relação final vai ser publicado no Diário Oficial do Estado. Todos os indicados faziam do governo Eduardo Braga.

As escolhas destes nomes reforçam o discurso de Aziz logo após a reeleição, quando confirmou a manutenção de grande parte do secretariado. O novo governado será empossado dia 1º de janeiro. Aziz também articula sua base de sustentação política na Assembleia Legislativa.

    Leia tudo sobre: politica

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG