Avaliação de governadores despenca na internet após as chuvas

Termômetro da Política do iG mostra que Sergio Cabral (RJ) e Alckmin (SP) tiveram mais de 70% de citações negativas no Twitter

Matheus Pichonelli, iG São Paulo |

No dia em que resolveram visitar as áreas mais afetadas pelas chuvas em seus Estados, os governadores Sergio Cabral Filho (PMDB-RJ) e Geraldo Alckmin (PSDB-SP) receberam o maior número de citações no Twitter desde o início do novo mandato.

Nara Alves
Alckmin vistoria Franco da Rocha na quinta-feira
Em comum, além das promessas de investimentos para o próximo verão e a demonstrada “surpresa” pelos níveis de precipitações, foi que ambos superaram 70% de comentários negativos em meio à tragédia.

A avaliação foi apurada pelo Termômetro da Política do iG , que mede, a cada hora, o que está sendo falado sobre os políticos pela rede social.

Cabral, que culpou as ocupações irregulares pela situação, foi tema de 919 tweets – dos quais 77,1% eram negativos.  Entre os comentários, foi chamado de “hipócrita” por um usuário em razão de sua fala e foi criticado por supostamente priorizar gastos em obras como a do Maracanã.

A área mais afetada do Rio de Janeiro foi a região serrana do Estado e centenas de pessoas morreram em menos de uma semana

O governador paulista, por sua vez, recebeu citações de usuários que diziam não haver “desculpa” para a repetição dos problemas.

“Não tem desculpa, Kassab, Serra e Alckmin já sabiam dos problemas há anos e nada fizeram, dinheiro tem muito por lá!!!”, reclamava um tuiteiro. Entre as 789 citações sobre o tucano, 72,4% eram negativas.

Antes de aparecerem em público, Alckmin e Cabral eram praticamente ignorados pelos internautas – até mesmo na posse, passaram quase desapercebidos dos comentários: foram 253 citações ao paulista e 29, para o fluminense.

    Leia tudo sobre: Termômetro Políticoavaliaçãoalckmincabralchuvas

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG