Audiência com ministro do Turismo na Câmara é adiada

Pedro Novais irá falar nesta quarta-feira para três comissões sobre denúncias de desvio de recursos públicos no ministério

iG São Paulo |

Foi adiada para esta quarta-feira a audiência do ministro do Turismo, Pedro Novais, na Comissão de Defesa do Consumidor da Câmara. O objetivo do depoimento é esclarecer as denúncias de desvio de recursos públicos na pasta, feitas pelo Ministério Público Federal do Amapá e pela Polícia Federal.

A audiência estava marcada para as 15h desta terça-feira, mas foi adiada para amanhã, porque será ampliada com as comissões de Fiscalização e Controle e de Turismo e Desporto, que já tinham aprovado convites para o ministro, com o mesmo objetivo. A audiência desta quarta-feira será às 14h30.

O depoimento ocorre em meio aos desdobramentos da Operação Voucher, da Polícia Federal , que resultou na semana passada na emissão de 38 mandados de prisão. Entre os presos na operação, estavam o secretário-executivo da pasta, Frederico Silva da Costa, e o antigo ocupante do posto, Mário Moyses. A operação, que provocou reações na base aliada, investiga um suposto esquema de desvio de recursos públicos do Ministério do Turismo.

Segundo a PF, as investigações se iniciaram em abril, a partir de levantamento do Tribunal de Contas da União (TCU), que identificou irregularidades em um convênio de R$ 4,4 milhões entre o ministério e o Instituto Brasileiro de Desenvolvimento de Infraestrutura Sustentável (Ibrasi), uma organização sem fins lucrativos. A finalidade do convênio era qualificar 1,9 mil profissionais de turismo no Amapá.

*Com informações da Agência Câmara e Agência Estado

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG