Atual vice-prefeito de Belo Horizonte tem peso na escolha de vice para outubro

Aliados de Pimentel e de Patrus disputam vaga; grupo do PT tenta manter tucanos longe da chapa encabeçada por Márcio Lacerda

Denise Motta, iG Minas Gerais |

Divulgação
Do grupo de Fernando Pimentel, vice-prefeito de BH, Roberto Carvalho (à direita), tem força na escolha de vice para eleições de outubro em BH
Com os ânimos ainda acirrados para tentar manter tucanos longe da chapa majoritária encabeçada pelo atual prefeito de Belo Horizonte, Márcio Lacerda (PSB), um grupo do PT liderado pelo atual vice-prefeito, Roberto Carvalho, tem força para indicação do candidato a vice. A avaliação é do presidente estadual do PT, Reginaldo Lopes (PT).

“Pela correlação de forças e representatividade, ele é o grande cabo eleitoral para definir o vice”, afirmou ao iG nesta terça-feira o dirigente petista, referindo-se a Carvalho.

Definição:  Petistas definem aliança com PSB em Belo Horizonte

Entre nomes cotados estão o do deputado federal Miguel Corrêa e do estadual André Quintão. O primeiro é ligado ao ministro de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Fernando Pimentel. O segundo ao ex-ministro de Desenvolvimento Social e Combate à Fome Patrus Ananias. Há ainda apostas no nome do ex-deputado federal Virgílio Guimarães, amigo pessoal do prefeito.

Roberto Carvalho nega que esteja pensando na escolha do vice porque a discussão a respeito da candidatura própria do PT ainda está em curso. Nesta terça (27) há uma plenária a favor de um nome do PT para cabeça de chapa, que seria o do próprio Carvalho. Ele disse que notificou Lacerda e o PSB, comandado em Minas pelo ex-ministro Walfrido dos Mares Guia para que eles definam se retiram ou não os tucanos da chapa.

União de PT e PSDB será destaque em seminário nacional do PSB

“Se os tucanos continuarem na chapa, manteremos a candidatura própria”, ameaça Carvalho. Ele diz ainda ser um equívoco a discussão de nomes para vice antes do dia 15, quando o PT mineiro se reúne para debater sobre a chapa de Lacerda com petistas, com ou sem tucanos.

O PSB já convidou formalmente o PSDB para a chapa, mas tem um acordo de que a vaga de vice será indicada pelo PT. Por ser defensor da candidatura própria do PT, Carvalho e Lacerda não mantêm sintonia na administração municipal. Por isso, o nome dele será substituído para a disputa de outubro.

Virgílio Guimarães nega que esteja postulando o cargo, apesar de ser apontado por assessores da prefeitura como o nome preferencial de Lacerda para ser vice. “De jeito nenhum, não estou pleiteando, não sou candidato (a vice de Lacerda)”, rejeitou o ex-deputado federal.

Já Miguel Corrêa destaca uma boa relação com Carvalho, mas diz ser preciso cautela nesta discussão. “Vou trabalhar para que o vice não seja representante apenas de um grupo, mas de todo partido. Ainda temos muita coisa pela frente, muitas etapas até o dia 15”. O parlamentar destacou que ele e Carvalho sempre foram muito ligados e que trocaram apoios em eleições para os legislativos estadual e federal. André Quintão não foi localizado pelo iG, nesta tarde, para comentar o assunto.

    Leia tudo sobre: eleiçõesmgeleições2012ptpsbvicelacerdacarvalho

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG