Assembleia investiga governador de Roraima

Deputados formam comissão para analisar denuncia por crime de responsabilidade contra Anchieta Junior

Ricardo Gomes, iG Roraima |

Foi instalada após a sessão ordinária desta terça-feira na Assembleia Legislativa de Roraima a comissão que vai analisar o processo 001/10 de denúncia por crime de responsabilidade em desfavor do atual governador reeleito Anchieta Junior (PSDB), tendo como autor o senador Mozarildo Cavalcanti (PTB). O processo será concluído até o dia 15.

A comissão ficou constituída pelos seguintes parlamentares: presidente, Aurelina Medeiros (PSDB); Ionilson Sampaio (PSB), vice-presidente; Chico Guerra (DEM) e Lúcia Peixoto (PR), relatores; Flamarion Portela (PTC); Flávio Chaves (PV); Ivo Som (PTN); Leonídio Laia (PRTB) e Marcelo Cabral (PPS), membros.

Tramitação

O processo tramita na Assembleia desde o dia 19 de outubro, quando foi lido na sessão ordinária e na mesma data foi distribuído para as comissões permanentes. No dia 22 teve inicio sua tramitação até sua instalação, com o encaminhamento para a relatoria dos parlamentares.

Na avaliação da deputada Aurelina Medeiros, que preside a comissão, a análise e tramitação do processo nas demais comissões será de forma tranquila. A apreciação dos relatores será responsável. Em seguida, o processo será encaminhado à apreciação e votação pelos demais parlamentares em plenário.

Conclusão

“Todo este processo de está sendo concluído até o dia 10 ou 15 de dezembro, esta é nossa expectativa. Teremos o apoio da assessoria jurídica do legislativo para nos auxiliar na tramitação e seguiremos todo o processo regimental para que o processo esteja apto para votação em plenário até a primeira quinzena de dezembro,” avaliou.

Aurelina informou que a próxima reunião da comissão está marcada para a próxima quarta-feira. Caso seja inocentado pela Assembleia, Anchieta será ser diplomado pelo Tribunal Regional Eleitoral e no dia 1º de janeiro de 2011, começa o novo mandato do governador. Anchieta foi eleito em disputa com Neudo Campos (PP), com 50,41% dos votos (107.466 votos) contra 49,59% (105.707 votos).


    Leia tudo sobre: política

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG