Em visita que realizou nesta quinta a Curitiba, ex-presidente voltou a lamentar demissão do ministro-chefe da Casa Civil

Futurapress
Lula visitou Curitiba nesta quinta-feira
O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva lamentou a saída do ex-ministro chefe da Casa Civil, Antônio Palocci, do governo de Dilma Rousseff, no final da tarde desta quinta-feira.

"Foi uma pena. Não é todo país que pode contar com um quadro político competente como Palocci. Mas a Gleisi ( Hoffmann ) também é excepcional. Estou até ficando com medo, as mulheres estão tomando conta de tudo", respondeu rapidamente na saída de um encontro de catadores de papel, organizado em Curitiba (PR).

Lula evitou polemizar sobre a situação do ex-ativista italiano Cesar Battisti no Brasil. "Não discuto decisão da Suprema Corte", disse o ex-presidente, que no final do ano passado negou o pedido de extradição de Batisti, feito pelo governo italiano. O Supremo Tribunal Federal (STF) concedeu alvará de soltura ao ex-ativista, preso desde 2007, e negou pedido de revisão da decisão de Lula, feito pela Itália.

    Leia tudo sobre: lula
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.