Após quimioterapia, Lula perde dois quilos em 20 dias

Segundo fontes próximas ao ex-presidente, a perda de peso é reflexo da falta de apetite provocada pelo tratamento

Ricardo Galhardo, iG São Paulo |

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva perdeu dois quilos em 20 dias, desde que iniciou a quimioterapia para combater o câncer na laringe. Segundo fontes próximas ao ex-presidente, a perda de peso é reflexo da falta de apetite provocada pelo tratamento. Além disso, Lula tem reclamado que não sente mais o sabor dos alimentos, outro reflexo da quimioterapia.

Lula não para: Do quarto do hospital, ex-presidente palpita no governo e discute eleição

Entenda o câncer de Lula: Ex-presidente é diagnosticado com câncer na laringe

AE
Lula chega a Hospital Sírio-Libânes para segunda fase da quimioterapita, nesta manhã, em São Paulo
Nesta segunda-feira Lula iniciou a segunda, das três sessões previstas do tratamento no hospital Sírio Libanês, em São Paulo. Segundo médicos que o atenderam, Lula está animado e bem disposto.

Leia também:

- Lula inicia quimioterapia e terá acompanhamento fonoaudiológico

- Tratamento contra o câncer será pago com convênio médico

A pedido da equipe médica, o ex-presidente aceitou passar a noite no hospital. Ele recebeu as do ministro chefe da Secretaria Geral da Presidência, Gilberto Carvalho; do presidente do Instituto Lula, Paulo Okamoto, e do empresário Josué Gomes da Silva, filho do ex-vice-presidente José Alencar.

O ex-presidente chegou ao hospital por volta das 8h vestindo jaqueta de couro preta e chapéu da mesma cor acompanhado da ex-primeira-dama Marisa Letícia. Já no quarto ele pediu aos enfermeiros um boné, já que o chapéu o impedia de ficar deitado, e depois um gorro.

Na parte da manhã Lula tomou uma dose de soro para diminuir os efeitos da quimioterapia e almoçou arroz, bife, purê de batatas, salada e gelatina de sobremesa.

No início da tarde o ex-presidente recebeu a primeira carga de medicamentos. A partir de amanhã, Lula receberá outra dose por meio de uma bolsa de infusão que vai drenar a medicação durante cinco dias.

No dia 12 de dezembro o ex-presidente voltará ao hospital para a terceira e última fase da quimioterapia. Só então os médicos farão a primeira bateria de exames para saber como Lula está reagindo ao tratamento.

Instituto Lula
Depois de cortar a barba e o cabelo, Lula permanece apenas com o bigode

    Leia tudo sobre: câncer de lulalulatumorlaringecâncerquimioterapiaradioterapia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG