Após derrota no Senado, Dilma vai ao Congresso

Presidenta participará de sessão solene em homenagem ao Dia da Mulher e receberá prêmio

iG São Paulo, com Agência Câmara |

Após sofrer um revés com a rejeição ao comando da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) , a presidenta Dilma Rousseff irá pessoalmente ao Congresso, em gesto significativo em meio à rebeldia da base aliada.

Leia também:
- Dilma lamenta derrota em votação no Senado
- Dilma conversa com Temer e quer diálogo
- Derrota marca fim da lua de mel com PMDB

AE
Dilma Rousseff recebera prêmio Bertha Lutz

A presidenta participará na terça-feira de uma sessão solene do Congresso Nacional em homenagem ao Dia Internacional da Mulher e aos 80 anos do voto feminino. Durante evento, Dilma vai receber o prêmio Bertha Lutz, concedido a cinco indicadas que contribuíram para a ampliação dos direitos da mulher e do espaço feminino na sociedade.

Além da presidenta, receberão o prêmio no Plenário do Senado a militante comunista Maria do Carmo Ribeiro, viúva de Luiz Carlos Prestes; a ex-senadora Eunice Mafalda Michiles, primeira mulher a ocupar uma vaga no Senado; a socióloga Rosali Scalabrin, representante da Comissão Pastoral da Terra e titular da Coordenadoria da Mulher do município de Rio Branco, no Acre e a professora Ana Alice Alcântara da Costa, do Departamento de Ciências Políticas e do programa de Pós-Graduação em Estudos Interdisciplinares sobre Mulheres na Universidade Federal da Bahia.

O prêmio Bertha Lutz foi criado em 2001 e recebeu o nome em homenagem àquela que foi uma pioneiras do feminismo no Brasil e reconhecida por sua luta pelo direito ao voto feminino. A escolha dos nomes para receber o prêmio foi feita pelo próprio Senado.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG