Após derrota no mínimo, PSDB defende correção da tabela do IR

Líder do PSDB no Senado, Alvaro Dias, diz que oposição vai trabalhar para que correção supere os 4,5% desejados pelo Planalto

Agência Estado |

selo

Depois de perder a disputa no valor do salário mínimo, o líder do PSDB no Senado, Alvaro Dias (PR), anunciou hoje que a oposição vai trabalhar por uma correção da tabela do Imposto de Renda (IR) acima dos 4,5% desejados pelo governo. O embate deve ocorrer no âmbito de uma Medida Provisória a ser editada nos próximos dias pela presidente Dilma Rousseff.

Dias argumenta que o próprio governo registrou o índice de 5,91% como a inflação do ano passado.

"O governo usa números oficiais quando o interessa. Qual o número que indica a inflação do ano passado? É 5,91%. Por que o governo quer reajustar a tabela em 4,5%? Os números têm de ser os oficiais do próprio governo."

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG