Após cassação, novo prefeito de Magé será diplomado

Os 160 mil eleitores de Magé tiveram de voltar às urnas porque a prefeita foi cassada por abuso de poder político e econômico

AE |

selo

O prefeito eleito de Magé, a 50 quilômetros do Rio de Janeiro, Nestor Vidal (PMDB), será diplomado hoje pelo Tribunal Regional Eleitoral do Estado (TRE-RJ). Ele venceu a eleição do dia 31 de julho com 68,62% dos votos válidos. Vidal fazia oposição ao governo de Núbia Cozzolino, prefeita cassada e substituída interinamente pelo irmão, Anderson Cozzolino, presidente da Câmara Municipal.

Agência O Globo
Nestor Vidal, eleito prefeito de Magé, comemora em julho de 2011
Os 160 mil eleitores de Magé tiveram de voltar às urnas porque Núbia foi cassada por abuso de poder político e econômico na campanha de 2008. Ela responde a 28 ações por improbidade administrativa, além de três centenas de inquéritos civis e sete denúncias criminais.

Segundo o TRE-RJ, Vidal poderá assumir o cargo em até 24 horas após a cerimônia de diplomação, marcada para as 16 horas. "Montamos a estrutura para que a prestação de contas seja examinada e julgada em 24h, o que permite que a diplomação seja na terça-feira e a posse, na quarta", disse o presidente do TRE-RJ, desembargador Luiz Zveiter. As contas de Vidal foram julgadas e aprovadas na sexta-feira.

Na quarta-feira, Núbia foi levada à delegacia para prestar esclarecimentos sobre denúncias de que estaria manipulando o sistema de folha de pagamentos de Magé para apagar informações a respeito de "funcionários fantasmas". Segundo o Ministério Público do Estado, uma medida cautelar acolhida pela Justiça afastou a ex-prefeita de suas funções como servidora do Estado e proibiu a entrada dela na prefeitura.

    Leia tudo sobre: MagéPrefeitoNestor VidalPMDBRio de Janeiro

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG