Apesar da vitória, seleção precisa melhorar, avalia Lula

Para o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o nervosismo da estreia pode ter afetado o desempenho dos jogadores

Agência Brasil |

Divulgação
Lula assiste à estreia do Brasil na Copa do Mundo
A estreia da seleção brasileira na Copa do Mundo de Futebol foi considerada modesta pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Ministros que assistiram ao jogo no Palácio da Alvorada disseram que o presidente considerou que o time poderia ter se apresentado melhor, apesar de reconhecer que o nervosismo do primeiro jogo pode ter afetado no desempenho dos jogadores brasileiros na vitória de 2x1 sobre a Coreia do Norte.

De acordo com o ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, o presidente avaliou que no primeiro tempo o time estava ansioso, mas que na etapa final a seleção melhorou. “O presidente achou que o time estava meio travado. Depois se soltou”, disse Bernardo.

Segundo o ministro da Secretaria Especial dos Direitos Humanos, Paulo Vannuchi, Lula disse que a seleção brasileira deve melhorar com o decorrer da competição. “O presidente acredita que, de jogo em jogo, o rendimento vai melhorar”, disse.

Além de Bernardo e Vannuchi, assistiram ao primeiro jogo do Brasil com o presidente os ministros da Fazenda, Guido Mantega, da Previdência Social, Carlos Gabas, da Educação, Fernando Haddad, das Comunicações, José Arthur Filardi, da Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres, Nilcéa Freire e o chefe de gabinete da Presidência, Gilberto Carvalho.

    Leia tudo sobre: LulaCopa do Mundo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG