Ao anunciar remédios gratuitos, Dilma promete fortalecer SUS

Depois de um mês com aparições discretas, presidenta anunciou hoje programa de remédios gratuitos, promessa de sua campanha

Andréia Sadi, iG Brasília |

Após um primeiro mês discreto e sem grandes aparições públicas na Presidência, a presidenta Dilma Rousseff adotou desde segunda-feira uma agenda cheia com participações em eventos e até discurso no Congresso Nacional. Nesta quinta-feira, Dilma reservou sua agenda para anunciar, no Palácio do Planalto, a distribuição de medicamentos gratuitos para hipertensão (pressão alta) e diabetes, uma das principais promessas de sua campanha à Presidência da República.

No discurso, Dilma disse que o governo tem "obrigação" de garantir o acesso a medicamentos essenciais e prometeu fortalecer o Sistema Únido de Saúde (SUS).  "O SUS é ainda um sistema incompleto, com falhas. Mas é uma grande conquista", disse Dilma, que prometeu adotar ao longo de seu governo iniciativas que permitam aperfeiçoar o sistema.

Os remédios para hipertensão e diabetes estarão disponíveis na rede credenciada pelo programa Aqui tem Farmácia Popular, do governo federal. No anúncio, Dilma foi acompanhada de auxiliares como o ministros da Saúde, Alexandre Padilha, e do Planejamento, Miriam Belchior. O ministro da Saúde assina também portaria regulamentando a oferta gratuita desses remédios e anunciará a drogaria com credenciamento número 15 mil e a ampliação do programa, com o slogan "Saúde não tem preço".

Ao deixar o evento, Dilma fez uma avaliação sobre seu primeiro mês no Palácio do Planalto. "Foi um bom começo de governo" , afirmou a presidenta, dizendo que o período que marcou sua estreia no cargo foi de "muito trabalho".

*Com iG São Paulo e Agência Estado

    Leia tudo sobre: dilma roussefffarmácia popularsaúde

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG