Alckmin reafirma prévias e defende 'arco de alianças'

Lideranças tucanas estudam oferecer o posto de vice de Serra ao vencedor do processo de prévias, como uma compensação

AE |

selo

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), reafirmou hoje que está mantido o processo de prévias para a escolha do candidato do PSDB à Prefeitura de São Paulo e ressaltou que o partido tem trabalhado para compor um "forte arco de alianças" para a disputa municipal. Em conversa com jornalistas, após evento na zona norte da capital paulista, o governador de São Paulo assegurou que não houve alteração no cronograma para a eleição interna, marcada para 04 de março.

Leia também:

100% do PSDB quer Serra candidato em SP, diz Sérgio Guerra

Por Serra, DEM aceita chapa pura do PSDB em São Paulo

"As coisas estão caminhando bem, as prévias estão marcadas para março, não houve nenhuma alteração ou mudança", afirmou. "Seja quem for o candidato, nós vamos trabalhar para ter um forte arco de alianças para vencer as eleições", acrescentou. O governador visitou as obras da futura Escola Técnica Estadual (Etec) de Esportes, que funcionará no bairro de Vila Maria.

O ex-governador José Serra pediu na semana passada ao seus correligionários um período para refletir sobre uma candidatura à Prefeitura de São Paulo. Em conversa por telefone com Geraldo Alckmin, antes do carnaval, o ex-governador de São Paulo afirmou que ainda não conseguiu sepultar totalmente o sonho de disputar a sucessão ao Palácio do Planalto em 2014.

AE
Governador reforçou que as prévias estão mantidas para 4 de março

A eventual entrada do cacique tucano nas eleições municipais paralisou, nas últimas semanas, as negociações de siglas como o PSD e DEM, que dialogavam com PT e PMDB, respectivamente, para a disputa eleitoral. Em apoio à candidatura do ex-governador de São Paulo, lideranças tanto do PSD como do DEM já admitem a possibilidade de abrir mão de indicar um vice em uma composição com o PSDB, uma possível condição para que José Serra ingresse na eleição municipal.

Nos bastidores, lideranças tucanas estudam oferecer o posto de vice ao vencedor do processo de prévias, como uma compensação pela desistência de uma candidatura. O fim da disputa interna já foi descartado pelo governador de São Paulo, que teme criar uma saia-justa com a militância tucana favorável ao processo de escolha partidário. Os pré-candidatos do PSDB inscritos nas eleições internas são os secretários estaduais Andrea Matarazzo (Cultura), Bruno Covas (Meio Ambiente) e José Aníbal (Energia), bem como o deputado federal Ricardo Trípoli.

    Leia tudo sobre: José SerraGeraldo AlckminPSDBprévias

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG