Governador eleito se reúne com partidos em prol de votações na Assembleia Legislativa do Estado

O governador eleito de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), se reuniu com a bancada estadual do PSB e PDT, partidos da oposição, para pedir apoio nas futuras votações da Assembleia Legislativa de São Paulo. “Acho que eles vão apoiar as propostas do governo", avaliou o tucano

Agência Estado
Beraldo, futuro secretário da Casa Civil
Além de PSB e PDT o governador também solicitou reunião com a bancada do PC do B por meio dos deputados Aldo Rebelo e Nadia Campeão. De acordo com o futuro secretario da Casa Civil de Alckmin, Sidney Beraldo, o governador eleito ainda deve se encontrar com a bancada do PSC e o PT, tendo o mesmo objetivo. "Com isso, teremos falado com todos os partidos”, disse Beraldo.

Semana passada, o governador teve reuniões com todos os partidos da aliança que apoiaram sua candidatura, além do PV, que teve candidato próprio. As declarações foram feitas após coletiva de imprensa em que foram anunciados os secretários de Segurança Pública e Administração Penitenciária .

Alckmin comentou ainda a reunião de ontem entre governadores eleitos do PSDB em Maceió. Ele afirmou que não há paradoxo em governadores tucanos contribuírem para o futuro do governado da presidente eleita Dilma Rousseff . O PSDB na esfera federal é oposição e por isso, segundo ele, terá o papel de fiscalizar e criticar o governo Dilma. Ele ressaltou também ser importante que existam partidos preparados para a alternância do poder.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.