Alckmin diz que Tasso seria "ótimo nome" para instituto tucano

José Serra também é cotado para assumir a presidência do Instituto Teotônio Vilela

Nara Alves, iG São Paulo |

AE
Serra e Alckmin no dia 25/01, aniversário de São Paulo
O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, elogiou nesta quinta-feira o ex-senador cearense Tasso Jereissatti, cotado para assumir a presidência do Instituto Teotônio Vilela (ITV). A entidade de estudos e pesquisa do PSDB terá receita de R$ 10 milhões este ano. O presidenciável tucano derrotado, José Serra, também é cotado para assumir o cargo.

“Eu acho o Tasso Jereissatti um ótimo nome, um grande nome, três vezes governador do Ceará, senador da República, um grande nome”, afirmou. Em seguida, o governador ressaltou que considera que a escolha de um nome para o instituto é uma discussão que deve ser feita “mais para frente”, em maio, quando o partido deverá escolher seu presidente e a executiva nacional.

Alckmin trabalha com o senador mineiro Aécio Neves para reconduzir o deputado Sérgio Guerra (PE) ao comando da sigla. Ontem, a bancada da legenda na Câmara aprovou uma moção subscrita por 54 parlamentares pela recondução de Guerra. A moção é mais um obstáculo para Serra, que pleiteia o cargo nos bastidores como forma de manter a visibilidade política.

Setores do PSDB avaliam que os rumores que que o ex-presidenciável poderia assumir o Instituto a uma possível articulação para enfraquecer seu nome como candidato a outros cargos no partido, como a própria presidência da legenda.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG