Alckmin diz que erradicação da miséria faz parte de suas metas

Governador eleito afirma que seu mandato terá as questões sociais como prioridades

Daniela Almeida, iG São Paulo |

O governador eleito por São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), disse hoje, depois da reunião com a bancada do DEM, que as prioridades tratadas no encontro foram os compromissos sociais, já que seu mandato terá como meta questões como a erradicação da miséria e a melhoria da qualidade de vida da população. Educação, ensino profissionalizante e saúde também estão entre as prioridades, afirmou. “Vamos trabalhar juntos, somos parceiros”, disse Alckmin em relação ao DEM, partido do vice-governador eleito Guilherme Afif Domingos.

Segundo informou o coordenador do governo de transição e futuro chefe da Casa Civil, Sidney Beraldo, os nomes do secretariado de Alckmin serão anunciados nos próximos dias, mas sem data marcada. De acordo com ele, as decisões serão tomadas de forma partidária, e não individualmente. A equipe de transição vai se reunir amanhã com a bancada do PMDB e, nos próximos dias, com as bancadas do PSC e PTB.

Um integrante do governo de transição também disse hoje que os objetivos apresentados pelo DEM na reunião foram o desenvolvimento no interior do Estado, o fortalecimento das microempresas e a relação da prefeitura com o Estado.

Para o seu futuro governo, Alckmin já anunciou Giovanni Guido Cerri, para a Secretaria da Saúde, Admir Gervásio, para a Casa Militar, Linamara Rizzo Battistella, para a Secretaria dos Direitos da Pessoa com Deficiência, além de Sidney Beraldo, na Casa Civil.

    Leia tudo sobre: alckmingoverno de transiçãoberaldosecretariado

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG