Governador de SP nega crise no PSDB, mas mostra-se favorável à junção e a uma nova oposição

selo

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), mostrou-se favorável hoje ao debate para a fusão entre PSDB, DEM e PPS e destacou que este é um tema a ser discutido por essas legendas de oposição ao governo Dilma Rousseff . "Eu acho que é um tema a ser discutido", disse, após participar de evento de divulgação da campanha de vacinação 2011 na capital paulista. Apesar da garantia de que "vê com bons olhos" a proposta, o governador ponderou que isso não precisa ser feito agora. "Isso não tem pressa, não precisa ser feito agora. Enfim, é uma discussão partidária."

O ex-presidente da República Fernando Henrique Cardoso admitiu nesta semana que existe a possibilidade de fusão entre PSDB e DEM, mas destacou que as conversas ainda são "preliminares". O presidente nacional do DEM, senador Agripino Maia (RN), também considerou a hipótese de junção das siglas, mas disse que as conversas ainda são informais.

Nesta semana, o governador paulista fez um alerta sobre o papel da oposição no Brasil e destacou que o País não é vocacionado para ter um partido único. Indagado sobre a crise que atinge seu partido em São Paulo, Alckmin tergiversou: "( O PSDB ) não está em crise. É natural esse procedimento que ocorre. As pessoas têm liberdade ( de sair da legenda )."

Alckmin também foi evasivo quando perguntado sobre o papel do vice-governador Guilherme Afif Domingos, que foi afastado da Secretaria de Desenvolvimento Econômico para o DEM ser acomodado no governo estadual. "O doutor Afif fez um bom trabalho na pasta e combinei com ele que teremos atribuições relevantes e importantes para nos ajudar no governo", disse, sem informar quais seriam as novas funções de Afif.

O tucano evitou comentar as críticas feitas ao PSDB pelo ex-deputado estadual Ricardo Montoro. Em entrevista, o filho do ex-governador André Franco Montoro, um dos fundadores do PSDB, assumiu que cogita deixar a sigla e que teme pelo futuro da legenda. "Nenhum comentário", respondeu de forma lacônica.

Vestindo jaleco, govenador participou de campanha de vacinação
AE
Vestindo jaleco, govenador participou de campanha de vacinação
Ao lado do secretário da Saúde, Giovanni Cerri, o governador visitou hoje o Instituto Paulista de Geriatria e Gerontologia (IPGG), em São Miguel Paulista, na zona leste de São Paulo. A visita teve como objetivo divulgar a campanha de vacinação anual, que teve início na última segunda-feira.

O governador, que é médico anestesista, vestiu um jaleco branco e vacinou idosos. Uma das idosas que recebeu a vacina do governador é candidata da oitava edição do Concurso Miss Centro de Referência do Idoso (CRI). A meta do governo estadual é vacinar este ano 5,5 milhões de pessoas contra a gripe.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.