Alckmin confirma Covas, França e Giriboni no secretariado

Lista de confirmações inclui deputado do PSB que foi excluído da montagem do governo da petista Dilma Rousseff

Nara Alves, iG São Paulo |

Agência Estado
Governador eleito Geraldo Alckmin em entrevista coletiva, após reunião de transição
O governador eleito Geraldo Alckmin divulgou nesta terça-feira mais três secretários para a sua equipe. Pelo anúncio, feito no escritório de transição, no centro de São Paulo, o deputado estadual Bruno Covas (PSDB-SP) assume a Secretaria de Meio Ambiente, o deputado estadual Edson Giriboni (PV-SP) ocupará a Secretaria de Saneamento e o deputado federal Márcio França (PSB-SP), a de Turismo.

Confirmado na equipe tucana, França conseguiu compensar o fato de não ter sido encaixado na equipe de governo da presidenta eleita Dilma Rousseff . Presidente estadual do PSB e líder do partido na Câmara, o socialista tem bom trânsito entre os tucanos, apesar de seu partido integrar a base aliada de Dilma na esfera nacional.

Covas, neto do ex-governador tucano Mário Covas e deputado estadual mais votado nas eleições deste ano, estava cotado inicialmente para a presidência da Assembléia Legislativa paulista (Alesp). Com Bruno fora do cenário de disputa, Barros Munhoz continuaria como candidato tucano ao cargo de presidente da Casa.

A escolha de Giriboni para o Saneamento provocou um racha na bancada estadual do PV, já que o presidente da legenda no Estado, Mauricio Brusadin, defendia que o PV-SP aceitasse apenas a pasta de Meio Ambiente. Em férias no momento, Brusadin, que era responsável pela negociação das pastas com Sidney Beraldo, futuro secretário-chefe da Casa Civil do governo Alckmin, não participou da deliberação.

Enquanto aparecia na lista de cotados para o governo petista, França era citado como alternativa para a Secretaria de Portos e Aeroportos, mas seu nome foi barrado por um acerto entre a presidenta eleita e os governadores socialistas Eduardo Campos (Pernambuco) e Cid Gomes (Ceará).

Criada para esta gestão, a Secretaria de Turismo da administração paulista vai se encarregar de funções que antes eram atribuição da Secretaria de Esportes. Esta era uma das secretarias pleiteadas pelo PV, por conta da visibilidade que será trazida pela Copa do Mundo. A pasta de Esportes deve continuar com o PTB.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG