Agnelo diz apoiar quebra de sigilo decretada pela Justiça

Governador do DF é suspeito de envolvimento em desvios do programa Segundo Tempo, ligado ao Ministério do Esporte

Valor Online |

Fellipe Bryan Sampaio, iG Brasília
Agnelo teve quebra de sigilo decretada na última sexta-feira
O governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz, divulgou neste sábado uma nota na qual diz que "apoiou a quebra de sigilo do inquérito e encara com naturalidade as medidas do Ministério Público Federal e do Superior Tribunal de Justiça (STJ)".

Leia outras notícias sobre a crise no Ministério do Esporte

O governador declara ainda não ter receio de "abrir as informações requeridas" e que, para ele, isso é uma "oportunidade de elucidar, de uma vez, as acusações que tentam lhe impor".

Agnelo Queiroz, "reafirma sua confiança nos procedimentos de apuração, que agora estão em esfera superior, em campo limpo, descontaminado das forças políticas que tentaram criar falsas denúncias", diz ainda a nota.  O governador é acusado de participar de um esquema de desvio de verbas do Programa Segundo Tempo, ligado ao Ministério do Esporte.

*Com informações da Agência Brasil

    Leia tudo sobre: crise no EsporteAgnelo Queiroz

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG