Agnelo busca recursos do PAC para trem ligando Brasília a Goiânia

Governador eleito diz ser possível concluir obras em 4 anos e que o transporte de cargas e passageiros seria realizado em uma hora

Severino Motta, iG Brasília |

nullO governador eleito do Distrito Federal (DF), Agnelo Queiroz (PT), disse nesta quinta-feira que vai tentar obter recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) do governo Federal para a construção de uma ramal férreo ligando Brasília a Goiânia-GO (cerca de 210 km). Os trilhos seriam utilizados para o transporte de cargas e passageiros e, acredita o petista, podem ficar prontos em até quatro anos.

“Vou defender junto ao governo Federal para incluir no PAC a extensão da ferrovia Norte-Sul até o Distrito Federal. O ramal que vai a Goiânia fazer Goiânia -Brasília. Esse ramal seria de cargas e passageiros”, disse.

De acordo com Agnelo, a ideia difere da dos governos anteriores pois não se trata de um trem-bala, mas sim de um transporte de média velocidade em que a tecnologia seria mais acessível e possibilitaria a construção num curto espaço de tempo.

“Qual a semelhança dele com as idéias anteriores, trem-bala, trem-pequi, ou coisa que o valha? Não é isso. Essa proposta é de trem de velocidade média, 180 a 200 km por hora (...) Está se falando de grau tecnológico acessível, barato e que pode fazer isso num mandato, ter os 200 km de ferrovia, essa é a diferença de um negócio dessa dimensão ao trem de alta velocidade que tem preço exorbitante e é fora de nossa realidade”, explicou.

O governador eleito ainda disse que a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) deu carta branca para que um projeto ligando as duas capitais seja feito e que o mesmo se enquadra na política ferroviária do governo Lula.

    Leia tudo sobre: agnelotrembrasíliagoiânia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG