Reginaldo Lopes, presidente da sigla em Minas Gerais, rebateu críticas do tucano

nullEm um almoço para cerca de 20 parlamentares da base de apoio da presidenta Dilma Rousseff (PT), em Belo Horizonte, o presidente do PT de Minas Gerais, deputado federal Reginaldo Lopes, chamou o senador Aécio Neves (PSDB-MG) de pirata. Segundo ele, o tucano rebatiza programas do governo federal no Estado.

“Não existe quem mais pirateou programas do que o Aécio. Ele é o verdadeiro pirata da história”, disparou o petista. Depois do almoço, Lopes comentou suas criticas ao tucano em entrevista para o iG .

Na semana passada, Aécio disse que a gestão PT é um software pirata, em evento no Nordeste. "Hoje, existe um software pirata rodando no Brasil. O original era nosso. Está na hora de nos prepararmos para, de novo, assumirmos o poder". Lopes citou alguns programas que teriam sido copiados pela gestão do tucano e de seu sucessor, Antonio Anastasia (PSDB), nas áreas de combate às drogas, assistência a gestantes, incentivo ao emprego e eletrificação rural.

No almoço com deputados federais e estaduais do PT, PCdoB e PMDB, ficou decidido que a partir de janeiro de 2012 a base de Dilma inicia uma série de caravanas pelo interior de Minas, em um debate antecipado das eleições de 2014.

“Vamos estabelecer um diálogo direto com a sociedade em caravanas. Inicialmente teremos 10, uma por mês”, explicou o presidente do PT mineiro. Um dos parlamentares presentes, o deputado estadual Paulo Lamac (PT) disse ser preciso esta estratégia diante do “perigo que Aécio representa no projeto nacional”. O senador tucano trabalha para viabilizar seu nome para as eleições presidenciais de 2014.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.