Aécio Neves diz que vai fazer oposição forte a Dilma

Em Minas, senador critica falta de conterrâneos no ministério e promete criticar o governo, mas sendo "leal ao Brasi

Denise Motta, especial para o iG, de Belo Horizonte |

Agência Estado
Anastasia e Aécio em visita a Caeté (MG): oposição a Dilma
O senador Aécio Neves (PSDB) comprometeu-se neste sábado a fazer uma oposição forte ao Governo Dilma Rousseff (PT) e leal ao Brasil. Ele participou da solenidade de comemoração da posse do governador de Minas, Antonio Anastasia (PSDB), e reclamou da tímida participação de mineiros na equipe do primeiro escalão da presidenta. Aécio lembrou que apenas o ex-prefeito de Belo Horizonte, Fernando Pimentel (PT), integrará um ministério petista. Na gestão de Lula havia outros ministros mineiros.

“Meu esforço será na busca da construção de uma agenda do País. O Congresso Nacional não pode ficar caudatário de uma agenda de interesse exclusivo do poder Executivo. Isso apequena o Congresso e é isso é o que vem acontecendo nos últimos anos”, atacou o senador tucano, que foi citado três vezes no discurso do Anastasia.

Aécio Neves disse esperar ter uma relação republicana com a presidenta Dilma e também que não permitirá “qualquer tipo de discriminação a Minas Gerais. Depois de elogiar Fernando Pimentel como um dos melhores quadros do governo, afirmou que Pimentel "é da cota pessoal da Dilma e vejo que Minas, do ponto de vista político, ficou excluída do governo. Espero que isso não signifique a exclusão dos investimentos que nós precisamos em Minas, em nossas rodovias, no metrô em Belo Horizonte, nos aeroportos, na saúde e na educação”.

Ele também avisou que Dilma encontrará uma oposição extremamente atenta, para apontar erros e descumprimentos de promessas de campanha. Mesmo desejando sorte, Aécio disse que “não há governo forte sem oposição forte”. E continuou: “Faremos uma oposição leal ao Brasil.” Questionado sobre o motivo de não ter comparecido na posse de Antonio Anastasia, o senador Aécio alegou que foi uma decisão pessoal.

    Leia tudo sobre: aécio nevesdilma rousseffoposição

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG