Acreanas discutem tráfico e igualdade no trabalho

Rio Branco sedia seminários femininos que debatem igualdade no trabalho e o tráfico trinacional de mulheres

Menezes y Morais, iG Brasília |

Começou hoje e termina nesta quarta-feira (24) em Rio Branco (AC) o Seminário Estadual de Políticas para Mulheres, para discutir criação de plano estadual, a ser entregue ao novo governador, que vai assumir dia 1º de janeiro. Mulheres dos 22 municípios do Acre discutem temas como Igualdade no mundo do trabalho.

Também fazem parte da pauta de discussão Autonomia econômica; Educação inclusiva e não sexista; Saúde das mulheres, direitos sexuais e reprodutivos; Enfrentamento de todas as formas de violência contra as mulheres e Comunicação e mídia, igualitárias, democráticas e não-discriminatórias. Todos esses temas serão sistematizados num documento.

O plano estadual das mulheres, que sairá dos debates, constará das políticas públicas que deverão nortear os governos futuros em torno dos direitos das mulheres acreanas. O seminário é feito por representantes de organizações sociais, lideranças comunitárias e profissionais liberais dos 22 municípios do Estado.

Seminário Trinacional

O Seminário acontece no auditório da Firb - FAAO, onde também está sendo realizado o Seminário Trinacional (Madre de Díos - Acre – Pando) Direitos Humanos e Tráfico de Mulheres. É uma ação resultante do Pacto Estadual de Enfrentamento à Violência contra as Mulheres. O Seminário Trinacional é dirigido à duas frentes.

A primeira é a de gestores públicos, parlamentares, profissionais de serviços de prevenção e a segunda, a representantes de direitos humanos. Das discussões sistematizadas, suas representantes farão planejamento das ações da rede trinacional de enfrentamento do tráfico de mulheres na região Madre de Díos, Acre e Pando.

    Leia tudo sobre: política

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG