A oito meses da eleição, candidatos ainda são desconhecidos em SP

Segundo pesquisa Datafolha, Russomano e Serra são os mais bem colocados. Haddad não alcança 5% das intenções de voto

iG São Paulo |

A oito meses das eleições municipais, os principais candidatos à Prefeitura de São Paulo continuam desconhecidos pelo eleitor. De acordo com a pesquisa Datafolha divulgada neste domingo pelo jornal Folha de S.Paulo , nenhuma candidatura ultrapassa os 21% de intenção de voto.

Leia também: 82% concordam com ação da PM na Cracolândia em SP, diz Datafolha

O pré-candidato melhor posicionado é Celso Russomano (PRB), que oficializou sua entrada na disputa ontem . Ele oscila entre 17% a 21% e lidera quatro dos cinco cenários pesquisados. Apenas o ex-governador José Serra (PSDB) supera Russomano. Serra, no entanto, tem dito que não irá concorrer à sucessão do prefeito Gilberto Kassab (PSD), seu afilhado político.

O ex-governador é o tucano mais bem posicionado na disputa. Os pré-candidatos do PSDB - Bruno Cobas, José Aníbal, Ricardo Tripoli e Andrea Matarazzo - variam de 2% a 6%. Segundo a pesquisa, Serra tem uma das maiores rejeições, com 33%, perdendo apenas para o pré-candidato do PC do B, Netinho de Paula, com 35%.

Apesar da exposição na mídia que teve na última semana, quando deixou o Ministério da Educação, o pré-candidato do PT, Fernando Haddad , permanece abaixo dos 5% das intenções de voto. Haddad conta, contudo, com o apoio do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e da presidenta Dilma Rousseff . Segundo o Datafolha, 49% dos entrevistados votariam em um candidato indicado por Lula. Outros 34% votariam no candidato de Dilma. Segundo a pesquisa, 31% votariam no candidato do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), e 14% votariam no candidato de Kassab.

Já o deputado federal Gabriel Chalita , pré-candidato do PMDB do vice-presidente Michel Temer , varia entre 6% e 9%. Ele oscilou positivamente em todos os quadros, mas dentro da margem de erro.

A pesquisa foi feita com 1.090 eleitores da capital paulista na quinta-feira e sexta-feira.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG