Prefieta petista e Fortaleza afirmou que no que depender dela, a aliança entre PT e PSB será fechada para sua sucessão

selo

A prefeita de Fortaleza, Luizianne Lins (PT), disse sexta-feira que, no que depender dela, a aliança entre PT e PSB será fechada para sua sucessão na capital cearense. A cidade é vista pelos partidos como um dos pontos cruciais para que o PSB apoie a candidatura do petista Fernando Haddad à Prefeitura de São Paulo.

Leia também: Com aliança indefinida, PSB faz “corpo a corpo” em Fortaleza

A prefeita de Fortaleza, Luizianne Lins (PT)
Mário Sabino
A prefeita de Fortaleza, Luizianne Lins (PT)
"Se há de ter alianças, no que depender de mim, essa aliança será feita. Não tem por que não acontecer", afirmou a prefeita, após participar de um evento na capital paulista.

Embora tenha dito que está lutando pessoalmente para que os partidos estejam juntos nas eleições municipais, Luizianne admitiu que parte do PSB, partido do governador do Ceará, Cid Gomes, quer uma candidatura própria. "A gente vai buscar até o último momento a aliança, mas o PT terá candidato próprio em qualquer circunstância", disse.

Em Fortaleza, cinco pré-candidatos disputam a indicação do PT para a sucessão da prefeita. A escolha só será definida no dia 13 de maio. As informações são do jornal "O Estado de S. Paulo". 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.