Governador eleito garante que assume o cargo com equipe completa no dia 1º de janeiro

A apenas três dias da posse como governador de São Paulo, Geraldo Alckmin ainda não anunciou os nomes de seis secretários de seu futuro governo. A demora na divulgação se deve a alguns nós nas negociações com os partidos aliados e com o próprio PSDB. No próximo dia 1º de janeiro, no entanto, o tucano garante que tomará posse no Palácio dos Bandeirantes com a equipe completa.

Geraldo Alckmin cumprimenta Márcio França
AE
Geraldo Alckmin cumprimenta Márcio França
“Vou assumir com o secretariado completo. Senão (anunciar) amanhã, até quinta-feira”, afirmou Alckmin em coletiva de imprensa nesta terça-feira após o anúncio de mais três nomes da equipe . Hoje, o governador eleito confirmou Bruno Covas (PSDB) no Meio Ambiente, Márcio França (PSB) no Turismo e Edson Giriboni (PV) no Saneamento.

Com isso, restam ainda ao menos sete pastas. “Agricultura, Gestão Pública, Desenvolvimento e Gestão Metropolitana, Esporte, Desenvolvimento Social, Cultura e Comunicação vamos avaliar se vamos manter ou se vai virar uma coordenadoria”, explicou. Na conta, Alckmin se esqueceu de incluir a secretaria de Energia, que será separada da de Saneamento.

O governo tem hoje 26 secretarias. Dessas, Alckmin deve cortar, além de Comunicação, Ensino Superior e Relações Institucionais. E criará a de Turismo (que será separada da pasta de Esportes), Energia  e Gestão Metropolitana.

O atual secretário de Transportes, Mauro Arce, é cotado para a nova secretaria de Energia. O deputado tucano eleito José Aníbal, que abriu mão da disputa ao Senado, e o atual governador Alberto Goldman, também são cotados para assumirem secretarias.

Assim que assumir o cargo, Geraldo Alckmin deverá assinar dois decretos: o que cria as secretarias de Gestão Metropolitano, Turismo e Energia, e o que tira o Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran) da responsabilidade da polícia. O Detran passará para a Secretaria de Gestão Pública, o que deve liberar policiais civis para investigações.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.