Tamanho do texto

Pesquisa aponta ainda que 43% dos brasileiros não acham que o petista vai disputar a eleição deste ano; 51% acham que ele não deveria ter esse direito

Condenação pode enquadrar Lula na Lei da Ficha Limpa e barrar candidatura; Datafolha avalia opinião popular sobre isso
Divulgação/Instituto Lula
Condenação pode enquadrar Lula na Lei da Ficha Limpa e barrar candidatura; Datafolha avalia opinião popular sobre isso

A situação apertada do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva com a Justiça brasileira e sua intenção de, mesmo assim, concorrer às eleições presidenciais que vão acontecer em outubro foram tema de mais uma pesquisa do Instituto Datafolha, divulgada nesta quinta-feira (31) pelo jornal Folha de S.Paulo .

Leia também: Tribunal nega a Lula suspeição de Moro em caso de sítio em Atibaia

De acordo com o levantamento, 53% dos brasileiros consideram que, a essa altura, Lula deveria ser preso. A pesquisa Datafolha foi feita após a condenação em segunda instância do ex-presidente, pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

O petista foi condenado na última quarta-feira (24) por unanimidade dos votos de três desembargadores do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), em Porto Alegre. A condenação diz respeito ao caso do tríplex do Guarujá, que Lula diz não ser dono, mas a Justiça diz o contrário. 

Ao julgar o recurso do petista, o TRF-4 manteve a sua condenação, imposta pelo juiz federal Sérgio Moro na primeira instância, e aumentaram a pena de 9 anos e 6 meses de prisão para 12 anos e 1 mês. 

Mesmo assim, Lula se declara pré-candidato às eleições. Porém, segundo o levantamento, 43% dos brasileiros acreditam que ele não participará da corrida presidencial. Outros 32% têm certeza de que ele vai ser candidato e 21% acreditam na possibilidade de Lula participar das eleições

Leia também: PT lança pré-candidatura de Luiz Inácio Lula da Silva à presidência da República

Para 51% das pessoas entrevistadas, o ex-presidente não deveria poder disputar a eleição, mas 47% acham que ele tem esse direito. 

Condenado, mas possível candidato

Como foi condenado por um órgão colegiado, o líder petista passa agora a se enquadrar na Lei da Ficha Limpa , e corre o risco de ficar de fora das eleições. Juridicamente, contudo, a questão não é ponto pacífico, e ainda há a chance de a candidatura de vingar. 

Por meio de nota, assinada pela presidente nacional do partido, o partido classifica de “farsa judicial” a condenação do ex-presidente. A nota também elenca aqueles que, segundo o partido, tomaram parte no “ golpe antidemocrático”. “Confirma-se o engajamento político-partidário de setores do sistema judicial, orquestrado pela  Rede Globo , com o objetivo de tirar Lula do processo eleitoral”, diz a nota.

“São os mesmos setores que promoveram o  golpe  do impeachment em 2016, e desde então veem dilapidando o patrimônio nacional, entregando nossas riquezas e abrindo mão da soberania nacional, retirando direitos dos trabalhadores e destruindo os programas sociais que beneficiam o povo”, diz a nota.

Leia também: Michel Temer é reprovado por 70% dos brasileiros, segundo Datafolha

Para divulgar a pesquisa a respeito da situação judicial de Lula hoje, o Instituto Datafolha ouviu 2.826 pessoas entre os dia 29 e 30 de janeiro de 2018.

    Leia tudo sobre: lula