Em cenário sem Lula, Bolsonaro lidera corrida presidencial, diz Datafolha

Mesmo após a condenação do ex-presidente no TRF-4, petista segue com ampla vantagem no topo da pesquisa de intenções de voto para outubro
Foto: iG Arte
Jair Bolsonaro (esq.), Lula (centro) e Marina (dir.) são os três candidatos mais fortes para 2018, segundo o Datafolha

Uma nova pesquisa Datafolha divulgada na manhã desta quarta-feira (31) revela que, mesmo depois de ter sua condenação confirmada em segunda instância pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) segue liderando com ampla vantagem a corrida presidencial. Porém, quando retirado da disputa, é o deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ) quem está na frente.

Leia também: Bolsonaro pede impugnação de pesquisa eleitoral ao TSE

Segundo o levantamento, Lula tem 37% das intenções de voto, contra 16% de Jair Bolsonaro e 7% tanto para o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), como para o ex-ministro Ciro Gomes (PDT), em um cenário sem a participação de Marina Silva (Rede). Nos outros cenários pesquisados, a participação do petista varia entre 34% e 36%, enquanto Bolsonaro, em segundo lugar, aparece com intenções de voto variando entre 16% e 18%.

No entanto, se o nome de Lula não estiver nas urnas em outubro deste ano, o deputado do PSC é quem aparece como principal candidato à Presidência da República. No cenário sem o petista, Bolsonaro lidera com 18% das intenções de voto , contra 13% de Marina, 10% de Ciro e 8% tanto para Alckmin quanto para o apresentador de TV Luciano Huck (sem partido). Nos demais cenários analisados sem Lula, Bolsonaro aparece com 19% e 20% das intenções de voto.

Leia também: Lula lidera corrida presidencial e Bolsonaro se isola em segundo, diz Datafolha

O Datafolha entrevistou 2.826 pessoas em 174 municípios entre os dias 29 e 30 de janeiro. A margem de erro é de 2 pontos para mais ou menos

Segundo turno e rejeição

Em um eventual segundo turno disputado entre Lula e qualquer outro candidato pesquisado, o petista venceria as eleições e se tornaria, mais uma vez, o presidente do Brasil. Porém, quando ele não está no jogo, a disputa fica acirrada. Marina ganharia de Bolsonaro com 42% das intenções votos, contra 32%. Porém, o deputado do PSC empataria tecnicamente com Geraldo Alckmin.

O levantamento apurou ainda qual a taxa de rejeição de cada possível candidato e, também nessa pesquisa, Lula está entre os primeiros. Afinal, depois de Michel Temer, com 60% da rejeição dos votos, e Fernando Collor, com 44%, encontra-se o ex-presidente petista, que é rejeitado por pelo menos 40% dos eleitores.

Leia também: Para 43% dos eleitores de Lula, ex-presidente será preso, indica pesquisa

Na sequência, aparece o deputado Jair Bolsonaro, rejeitado por 29% dos eleitores pesquisados, Alckmin , com 26% e Huck, que mesmo sem partido, é rejeitado por 25% dos eleitores pesquisados pelo Datafolha.  

Link deste artigo: http://ultimosegundo.ig.com.br/politica/2018-01-31/datafolha-lula-jair-bolsonaro.html