No início de dezembro, presidente Temer foi submetido a um procedimento médico para desobstrução da uretra e, por conta disso, está com uma sonda

Inicialmente, Temer iria passar o réveillon na base naval da Restinga de Marambaia, Rio de Janeiro, mas desistiu
Lula Marques/Agência PT - 22.9.16
Inicialmente, Temer iria passar o réveillon na base naval da Restinga de Marambaia, Rio de Janeiro, mas desistiu

O presidente Michel Temer (MDB) passou a noite de Ano Novo em repouso, no Palácio do Jaburu. No início de dezembro, ele foi submetido a um procedimento médico para desobstrução da uretra , e, desde então, está com uma sonda e uma agenda de compromissos menos intensa.

Leia também: Presidente recebe alta de hospital em São Paulo após cirurgia na uretra

Inicialmente, Temer iria passar o réveillon na base naval da Restinga de Marambaia, no Rio de Janeiro, mas desistiu por falta de estrutura médica no local, segundo informações divulgadas à imprensa. A TV Globo divulgou que o presidente foi diagnosticago com uma infecção urinária neste fim de semana, após uma avaliação médica no próprio Palácio do Jaburu. A informação, entretanto, não foi confirmada pela assessoria do Planalto.

"Não temos nenhuma confirmação de infecção urinária. O presidente está descansando em casa neste feriado após agenda extensa na última semana e amanhã retoma agenda normal", diz a assessoria por e-mail.

Na terça-feira (2), a agenda do presidente aponta apenas despachos internos no Palácio do Planalto. Esta semana, porém, Temer deve vir a São Paulo para uma bateria de exames no Hospital sírio-Libanês, local onde foi submetido ao procedimento de desobstrução da uretra no mês passado.

Leia também: Polícia da Rússia prende autor de ataque a supermercado em São Petersburgo

Histórico

Em outubro, quando apresentou quadro de retenção urinária , o presidente fez uma pequena cirurgia para desobstrução do canal uretral e, posteriormente, uma raspagem na próstata.

No fim de novembro, passou por um procedimento de cateterismo, que detectou três artérias com obstrução no coração. Ele foi submetido a uma angioplastia e à colocação de stents para impedir a obstrução total das artérias.

Leia também: Justiça proíbe acampamento em parque próximo ao local de julgamento de Lula

Já em dezembro, Temer foi submetido a nova intervenção na uretra para tratar o estreitamento do canal. Segundo a equipe médica que trata o presidente, exames nas amostras colhidas na região da próstata descartaram a presença de tumores.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.