Mais de R$ 63 mil estavam retidos pela justiça; em viagem no Rio, Lula elogiou Comperj, obras que esteve no centro da Operação Lava Jato

O juiz Sérgio Moro determinou, nesta quinta-feira (7), o desbloqueio do dinheiro proveniente da aposentadoria do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O valor liberado é de  R$ 63.702,54. De acordo com o juiz, a defesa comprovou que o dinheiro era proveniente da aposentadoria do petista, de acordo com informações da TV Globo.

dinheiro tinha sido bloqueado  quando Lula foi condenado por Moro , em primeira instância, a nove anos e meio de prisão por ter recebido um apartamento triplex em Guarujá, no litoral de São Paulo, como pagamento de propina da OAS a Lula.

Junto com o dinheiro da aposentadoria, foram bloqueados fundos de previdência e contas bancárias , que juntos somam mais de R$ 9 milhões. A defesa de Lula também já pediu que parte desse dinheiro seja liberado, pois pertenceria ao  espólio da esposa de Lula, Marisa Letícia , que faleceu no início deste ano .

Para liberar o dinheiro em fundos de previdência. Moro deu dez dias para a equipe de defesa do petista comprovar a origem lícita dos depósitos que foram feitos nos fundos.

Caravana pelo Sudeste

Lula, em Maricá, durante sua caravana pelo Sudeste
Ricardo Stuckert/Instituto Lula
Lula, em Maricá, durante sua caravana pelo Sudeste

Em visita ao Rio de Janeiro, Lula visitou, nesta quinta, o Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro ( Comperj ), em Itaboraí, e afirmou: “Eu vim até aqui para mostrar que isso não é correto [...] se estivesse produzindo, quanto imposto estaria sendo gerado, quantos empregos? Parada, ela só dá prejuízo e desespero. O Comperj chegou a gerar 20 mil empregos”, de acordo com informações do jornal O Estado de S Paulo.

O  Comperj foi um dos projetos mais audaciosos da Petrobras, onde seriam processados o petróleo e o gás extraídos dos supercampos de pré-sal. Quando as obras de sua construção foram iniciadas, Lula anunciou que 200 mil empregos diretos e indiretos seriam criados.

Mas as obras atrasaram. À frente do projeto estava Paulo Roberto Costa , ex-diretor de Abastecimento da Petrobras e delator na Operação Lava Jato, e segundo ele, os atrasos eram culpa de chuvas que impediam a terraplanagem do terreno. Hoje o Comperj, ainda não finalizado, funciona somente como uma refinaria com capacidade de até 165 mil barris de diesel e gasolina, segundo o Estadão.

O complexo esteve no centro das atenções da Lava Jato e, fazendo referência ao modelo de delação premiada no operação, Lula declarou: "Não pensem que sou contra a Lava Jato. Prender ladrão é uma necessidade nesse País. [Mas] eles prenderam alguns e soltaram alguns. Todo cara que faz delação é porque roubou”.

O petista está realizando uma caravana pelo Rio de Janeiro e Espírito Santo, após visitar o  Nordeste  e Minas Gerais , em viagens anteriores. Membros do PT, ouvidos pelo jornal Folha de S Paulo, afirmam que a etapa mais recente é crucial, já que o partido não está forte entre fluminenses e capixabas. E ao contrário do que ocorreu em outros estados, os governadores do Rio e Espírito Santo não irão receber Lula.

O Rio de Janeiro é o cabo eleitoral de Jair Bolsonaro  (PSC), local onde o ex-presidente quer reforçar quaisquer intenções de voto que tenha no estado.  Uma pesquisa do Datafolha divulgada neste sábado (2) reforçou a liderança de Lula na corrida presidencial de 2018. O deputado ficou com o segundo lugar isolado nas intenções de voto.

De acordo com o Estado de S Paulo, ao falar do Rio de Janeiro, que vive uma grave crise econômica, Lula desafiou: "Só existe uma possibilidade para o Rio, é ter um presidente comprometido com o Rio. É por essas razões que resolvi voltar."

    Leia tudo sobre: Lula
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.