Luciano Huck desiste de disputar eleição presidencial em 2018, diz colunista

Em pesquisa, popularidade do apresentador chegava a 60%, índice maior que o do ex-presidente Lula; Huck deverá se manter em movimentos políticos

O apresentador Luciano Huck deverá anunciar na segunda-feira (27) que não pretende disputar a eleição presidencial de 2018, de acordo com o colunista do jornal  O Globo , Lauro Jardim. Ele teve dois encontros com o presidente do PPS, deputador federal Roberto Freire, para discutir a filiação à legenda. Freire, que chegou a  adiar a convenção do partido, não deverá contar com o apresentador, apesar de sua popularidade entre os eleitores nas pesquisas prévias.

Segundo pesquisa divulgada na quinta-feira (23) pelo jornal O Estado de S. Paulo , a popularidade de Luciano Huck chega a 60% dos entrevistados. A aprovação chegava a ser maior que a do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O "furacão" na política brasileira causado pela chance do apresentador se candidatar foi intenso. Partidos tradicionais e novos tentaram convencer Huck para lançá-lo no pleito de 2018, ainda com cenário bastante incerto.

Foto: Divulgação/Globo
Luciano Huck teve dois encontros com o presidente do PPS para discutir possibilidade de se filiar ao partido

Leia também: Temer passa bem após cirurgia e poderá retomar atividades na segunda

Apesar da possibilidade ter sido divulgada desde o início deste ano, Huck negou a pretensão pela candidatura. indicando somente a disposição de "fazer algo para o País". No último mês, o nome dele começou a ganhar força, sendo incluído até mesmo nas principais pesquisas eleitorais. Desde 2000, o apresentador mantém seu programa na grade da TV Globo, com grande inserção entre o público jovem e também com o público de classes mais baixas economicamente.

O alcance poderia representar uma quantidade significativa de votos a seu favor. Com eleições que indicam um cenário "pulverizado" entre vários candidatos e sem nenhum favoritismo em destaque, o nome do apresentador era visto pela classe política como um fator importante para a vitória política de quem o apoiasse. A exposição na televisão, por exemplo, contribuiu para a eleição de Donald Trump.

Leia também: Ex-ministro, foragido há quatro dias, recusa se entregar à Polícia Federal

Famoso por apresentar o programa  O Aprendiz , Trump virou presidente dos Estados Unidos com ajuda do que era mostrado na atração. Apesar de nunca indicar pensamento parecido com o líder norte-americano, diversos partidos viam em Luciano Huck a possibilidade de replicar a fórmula de Trump. Ainda de acordo com o colunista do jornal  O Globo , o apresentador deverá se manter envolvido com movimentos suprapartidários, como o Agora! e o RenovaBR.

* Com informações da Ansa.

Link deste artigo: https://ultimosegundo.ig.com.br/politica/2017-11-26/luciano-huck-desiste-presidencia.html