Novo ministro das Cidades toma posse e enaltece governo federal

Alexandre Baldy disse, em discurso, que "tiramos o Brasil do vermelho"; o novo ministro está sem partido depois do Podemos o desfiliar
Foto: Reprodução/Twitter
Alexandre Baldy (sem partido-GO) elogiou os trabalhos feitos pelo governo na economia e área social

O deputado federal Alexandre Baldy (sem partido-GO) tomou posse como ministro das Cidades nesta quarta-feira (22) no Palácio do Planalto. Ele substitui Bruno Araújo (PSDB-PE), que  pediu demissão ao presidente Michel Temer (PMDB), no dia 13 de novembro.

O novo ministro  fez um discurso durante a cerimônia de posse e defendeu o governo Temer que, segundo ele, promove mudanças no país e fazendo referência à crise econômica, afirmou que  "nós verdadeiramente tiramos o Brasil do vermelho".

"Com um pouco mais de tempo, estaremos orgulhosamente entre os países que mais avançam e promovem a justiça social. Esse é o pilar o Ministério das Cidades”, disse Baldy, antecipando o que pretende fazer a frente da pasta. E bastante aplaudido, reafirmou a mensagem atual do governo federal, a de que a  reforma da Previdência é indispensável para o país.

Foto: Reprodução/Twitter
Rodrigo Maia (PMDB-RJ) foi o responsável direto pela indicação de Alexandre Baldy (sem partido-GO)

O presidente Temer também discursou e mencionou o fato de Baldy ter sido jogador de futebol, o que também gerou muitos aplausos. Em seguida elogiou Rodrigo Maia (PMDB- RJ), aliado importante para a aprovação da reforma previdenciária.  

"A primeira pessoa a me lembrar do seu nome [Baldy] foi Rodrigo Maia. Por isso quero dirigir a palavra ao Rodrigo porque ele tem sido um parceiro fundamental para o sucesso do governo. Ele e o Eunício [Oliveira, presidente do Congresso] no Senado", declarou na cerimônia.

Bruno Araújo deixou o cargo alegando não ter mais apoio do PSDB, seu partido, para continuar na pasta, em mais uma demonstração do movimento de desembarque dos tucanos da base do governo. Araújo já retornou ao mandato de deputado federal.

Sem partido

Alexandre Baldy é de Anápolis e estava em seu primeiro mandato como deputado federal. Ele se elegeu pelo PSDB e, até o ano passado, ainda era filiado ao partido, mas depois migrou para o PTN, que virou o Podemos. No entanto, o  partido desfilou o novo ministro alegando que a sigla tem que se manter independente em relação ao governo.

Link deste artigo: http://ultimosegundo.ig.com.br/politica/2017-11-22/ministro-cidade-toma-posse-baldy.html