Em repouso após passar por procedimento médico devido a uma obstrução urológica, Temer reafirmou ideia de compromisso com agenda econômica

Declaração do presidente Michel Temer foi feita por meio de vídeo publicado nas redes sociais do Planalto
Marcos Corrêa/PR - 4.8.2017
Declaração do presidente Michel Temer foi feita por meio de vídeo publicado nas redes sociais do Planalto

O presidente da República, Michel Temer (PMDB), divulgou um vídeo no início da tarde desta quinta-feira (26) para transmitir a ideia de compromisso com a agenda de recuperação econômica e agradecer aos 251 deputados que votaram na noite dessa quarta-feira (25) pela rejeição da segunda denúncia oferecida contra ele pela Procuradoria-Geral da República (PGR).

Leia também: Oposição protestou fora do plenário e procurou de todas as formas boicotar a votação

"Quero até aproveitar para agradecer às deputadas e aos deputados que, na votação de ontem, reafirmaram o compromisso comigo e com o nosso governo. A todos que mantem a fé no Brasil, a hora é agora. É hora de transformar o País e superar nossos desafios", disse o presidente Michel Temer .

O vídeo foi gravado pela manhã no Palácio do Jaburu, onde Temer está em repouso após ter passado por procedimento médico nessa quinta-feira devido a uma obstrução urológica. O problema foi constatado após o peemedebista "sentir um desconforto" e ser examinado por um médico do Planalto na manhã desta quarta-feira.

Leia também: Temer recebe alta de hospital após passar por procedimento médico

Veja a mensagem do presidente Michel Temer no vídeo abaixo:


Arquivamento de denúncia

Nesta quarta-feira, foi aprovado, em votação no plenário da Câmara dos Deputados, o relatório que recomenda o arquivamento da segunda denúncia contra o presidente, que também tem como alvos os ministros Eliseu Padilha (Casa Civil) e Moreira Franco (Secretaria-Geral). O “sim” teve os votos necessários para a aprovação antes mesmo da votação acabar.

A abertura do painel de votação, pouco depois das 19h, ocorreu após mais de sete horas de espera pelo quórum de 342 parlamentares no plenário, que era o mínimo necessário para o início da votação da denúncia contra Temer. 

O placar final ficou em 251 votos a favor da rejeição da denúncia contra Michel Temer, enquanto 233 votaram contra o arquivamento . Houveram ainda duas abstenções, além de 25 ausências.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.