PT pode lançar pré-candidatura de Lula à Presidência entre fevereiro e abril

De acordo com jornal, objetivo é aproveitar a baixa popularidade do governo Michel Temer, além de reforçar a defesa jurídica do ex-presidente petista
Foto: Facebook/ Lula/ Reprodução
Tanto o ex-presidente Lula quanto o Partido dos Trabalhadores defendem a antecipação da eleição presidencial

A pré-candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva à Presidência da República deve ser lançada pelo Partido dos Trabalhadores (PT) ainda no primeiro semestre do ano que vem, entre fevereiro e abril.

De acordo com reportagem do jornal “O Estado de São Paulo”, o objetivo é aproveitar a baixa popularidade do governo Michel Temer, além de reforçar a defesa jurídica de Lula, réu em cinco processos penais . A informação é de integrantes da direção petista e do Instituto Lula.

Tanto Lula quanto o PT defendem a antecipação da eleição presidencial. Um grupo de líderes petistas defende que a candidatura seja lançada no 6º Congresso Nacional do PT, marcado para abril, mas outras pessoas querem que ela seja lançada já em fevereiro. A ideia é antecipar possíveis condenações na Justiça que possam barrar a candidatura ou até mesmo levar o ex-presidente à prisão.

Antecipação da eleição

Lula divulgou um vídeo no último dia 22  nas suas redes sociais no qual pede a antecipação das eleições para o Palácio do Planalto. Na mensagem de fim de ano, o petista criticou a situação econômica brasileira, afirmou que é preciso “restabelecer a democracia” no País e convocou a militância para participar de protestos contra o governo Michel Temer (PMDB).

O ex-presidente fez críticas à política econômica adotada por Temer e defendeu o aumento nas concessões de crédito. “A União não pode investir, os Estados não podem investir, os prefeitos não podem investir, os empresários não estão investindo, os bancos não dão crédito e o povo não tem crédito. Ou seja, como é que pode funcionar a economia desse jeito? Eu acho que você sabe que eu estou falando com conhecimento de causa porque já fiz isso uma vez.”

LEIA MAIS:  Da infância ao legado petista: conheça a trajetória do ex-presidente Lula

Para Lula, o único meio de ‘salvar’ a economia é “voltando a acreditar no povo brasileiro”. “Se a pessoa está investindo um pouquinho, pega um novo empréstimo, paga aquele velho e começa a vida nova. É preciso colocar a economia para funcionar, é preciso circular o dinheiro na mão das pessoas deste País, senão, não tem crescimento econômico”, acrescentou o ex-presidente.”

Link deste artigo: http://ultimosegundo.ig.com.br/politica/2016-12-24/pre-candidatura-lula.html