Ex-governadora do RJ e seu vice também ficaram inelegíveis por oito anos por abuso de poder político e uso indevido dos meios de comunicação

Rosinha já foi governadora do estado do Rio de Janeiro, de 2003 a 2006, e está em seu segundo mandato como prefeita
Wikimedia
Rosinha já foi governadora do estado do Rio de Janeiro, de 2003 a 2006, e está em seu segundo mandato como prefeita

O Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE/RJ) decidiu nesta segunda-feira (24) cassar o mandato da prefeita de Campos dos Goytacazes, Rosinha Garotinho, e seu vice, Dr. Chicão.

Rosinha já foi governadora do estado do Rio de Janeiro, de 2003 a 2006, e está em seu segundo mandato como prefeita do município do norte fluminense. Rosinha é esposa de  Anthony Garotinho, também ex-governador do Rio .

Rosinha e seu vice também ficaram inelegíveis por oito anos por abuso de poder político e uso indevido dos meios de comunicação.

LEIA TAMBÉM:  Câmara encerra sessão sem concluir votação dos destaques ao projeto do pré-sal

Para o relator do processo, desembargador eleitoral Marco Couto, o portal oficial da prefeitura de Campos na internet foi usado para promover os dois políticos, com o propósito de favorecer a reeleição em 2012.

De acordo com o desembargador, programas e ações da administração municipal foram apresentados como realizações pessoais da prefeita.

* Com informações da Agência Brasil.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.